Candidíase e alimentação 

 

Algumas mulheres vezes ou outra sentem desconforto vaginal com corrimento esbranquiçado, é quando se apresenta a famosa candidíase.
Candida é um fungo que se encontra normalmente no corpo humano, no entanto, em situações favoráveis para sua proliferação,  a Candida consegue invadir os tecidos, causando infecções nas mucosas, é quando se instala a candidíase.
As condições favoráveis vão desde queda na imunidade, estresse, uso de anticoncepcionais orais, corticoides, imunossupressores e antibióticos, diabetes descompensada ou resistência periférica à insulina, até mesmo o consumo exagerado de carboidratos de alto índice glicêmico- pães , açúcar, álcool ( o açúcar é o principal substrato energético desse fungo), além de laticínios.
Como evitar e combater a candidíase?
-A suplementação com probióticos, especialmente os lactobacilos, gera uma espécie de “competição” com a Candida, diminuindo sua ação. Eles também atuam na modulação do sistema imunológico e na manutenção de um pH acidificado, mais propício para o desenvolvimento de bactérias ” saudáveis “. Portanto, seu uso ajuda na melhora do quadro quando já instalado, além de prevenir nova recaída.
-O alho cru, cebola, orégano, alecrim, chá de hortelã são excelentes no tratamento e prevenção da doença, devido a suas ações fungicidas.
-Já amendoins, devem ser evitados devido a presença de fungos.
-E não podemos esquecer de evitar carboidratos simples como pães brancos, arroz branco, torradas, biscoitos e eliminar a ingestão de álcool.
Então, se você tem candidíase experimente mudar seu hábito alimentar reduzindo o consumo de açúcares e laticínios e inclua probióticos e alimentos que favoreçam a sua imunidade.
Karine Holanda
Nutricionista Stetic Class
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *