Como tratar diástase abdominal?

Para quem ainda não sabe, a diástase da musculatura abdominal ocorre após a gravidez por que  os músculos do transverso do abdômen não são fortes o suficiente para suportar seu corpo mudando então, os músculos superficiais, retos do abdômen, vão se separar. Seus órgãos se projetarão através do fino tecido conectivo separando os músculos e você ainda vai parecer grávida.

O tratamento da diástase pode ser cirúrgico ou conservador.

Para tratamento conservador, deve-se levar em consideração alguns requisitos:

1) Exercícios específicos para o abdômen (que se baseia na realização de exercícios de fortalecimento da parede abdominal).

Quando esses exercícios são iniciados precocemente, é capaz de contribuir na redução da diástase.

Os melhores exercícios são os específicos para o músculo transverso do abdome em razão da sua própria anatomia (em forma de “cinta”), o que favorece ao fechamento da parece abdominal e consequentemente fechamento dos múculos reto abdominal.

Segue algumas dicas do site: Treino para mulheres

Exercícios abdominais hipopressivos:

Para cada um desses exercícios, contraia o períneo primeiroexpire sem inspirar antes. Retraia a barriga: contraia o músculo transverso. Vá até ao limite da expiração espontânea, esvazie mais ainda! Você vai sentir seus abdominais trabalhando. Inspire livremente, descontraindo a barriga. Faça o exercício 5 a 40 vezesDuas a três sessões por semana são aconselhadas.

 

Captura de Tela 2015-02-09 às 14.37.27

2) Uso de uma faixa abdominal (desenvolvida em Nova York pela enfermeira Juile Tupler):  Neste caso podemos comparar a cinta a uma tala de proteção em um “osso quebrado”, mantendo o tecido conjuntivo junto para que ele possa “cicatrizar”. Protegê-lo de atividades ou pressões que possam forçar estes músculos que ainda estão fracos.

3) Aumento da consciência corporal

4) Mudanças de hábitos que podem piorar ou provocar a diástase ( alguns exercícios podem piorar  como exercícios com grande levantamento de peso)

 

A diástase é atenuante e dependendo do caso reversível. O tratamento é de pelo menos 1 ano então não desista.

Consulte um profissional para te ajudar!

 

Com carinho,

 

Olga Vieira

34 respostas
  1. Rilvânia Lacerda
    Rilvânia Lacerda says:

    Boa noite! Tenho três filhos, um de onze anos, uma de oito anos e um de cinco anos. Quando o meu caçula estava com quatro anos descobri que eu tinha diastese, pois meu abdômen não baixava nunca!! O que fazer?
    só uma cirurgia para resolver meu problema? Essa cirurgia é muito complicada?? Estou com medo??

    Responder
    • Olga Ediélica
      Olga Ediélica says:

      Se sua diástase for acima de 4 cm, somente cirurgia. A cirurgia é simples. Não tenha medo. Nosso médico é excelente, você não gostaria de conhecê-lo!

      Responder
  2. Janine
    Janine says:

    Descobri hj que tenho diastase o que eu faço? Parece que o espaço não é muito grande mais senti espaço no meu abdômen, e minha barriga nunca baixa sinto dores nas pernas e as vezes nas costas.

    Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá Janine, fica dificil te responder sem te avaliar. A diastase pode ser tratada e melhorada com tratamentos estéticos dependendo do grau. Se for um grau muito grande sugerimos a cirurgia plástica. Te indicamos agendar uma avaliação para poder te dar uma melhor informação. esperamos você.

      Responder
  3. jessica godoy
    jessica godoy says:

    ola, descobri que tenho diastase mas nao sei a “profundidade” mas acho q só com cirurgia mesmo, é nítido!! oq fazer?? estou desesperada!! grata

    Responder
    • Olga Ediélica
      Olga Ediélica says:

      A ultrassonografia (em tempo real) é um método preciso para medir a diástase. No entanto, você pode realizar um teste de palpação rápido para avaliar a diástase. Uma elevação da cabeça e dos ombros até as escápulas vai exigir uma contração músculo reto abdominal, e permitirá a avaliação da diástase. Basta tentar colocar os dedos entre os músculos para avaliar o afastamento.

      Responder
  4. jordania Divina de azevedo siva
    jordania Divina de azevedo siva says:

    Estou com hernia umbilical e suspeito q.tenho diastse quais os riscos da cirurgia meu bebê tem 6meses vou poder continuar amammentando

    Responder
    • Olga Ediélica
      Olga Ediélica says:

      Olá Jordania,

      A princípio você deve procurar um médico (seu próprio obstetra, um cirurgião plástico) para que ele realize um exame clínico te passe um ultrassom de parede e possa verificar a existência ou não da diástase.

      A cirurgia é relativamente simples porém precisa ser bem indicada.

      Existe reabilitação fisioterápica para diástase (dependendo do grau).

      Um forte abraço e parabéns pelo bebê.

      Responder
  5. Fernanda
    Fernanda says:

    Olá! Descobri emagrecendo e fazendo atividade física que tenho diastase, pois sinto que meu músculo do abdômen tem um dedo de separação. Esse espaço eu consigo recuperar só com dieta e atividades?

    Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá Fernanda,

      Você pode melhorar com a atividade física, mas o ideal é que você passe por uma avaliação e assim verificar o que de fato é mais eficaz para vc.

      Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá Carolina.
      Os abdominais precisam ser combinados.
      O ideal é que você mescle o abdominal comum com abdominais laterais, para trabalhar os músculos oblíquos. Esses irão te ajudar a diminuir a diástase.

      Responder
  6. Iara
    Iara says:

    Boa tarde, gostaria de saber qual o nome da faixa abdominal para diastase, já procurei para comprar mas não acho já que não sei o nome verdadeiro dela.
    Obrigada desde já

    Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá Martha,
      Nosso cirurgião plástico é o Dr. Valderi Vieira, um médico experiente e muito responsável.
      Para agendar uma consulta com ele você pode ligar no 30862320 OU 30869381. Será um prazer te receber e tirar todas suas duvidas.

      Responder
  7. Rayza
    Rayza says:

    Boa noite!
    Tenho diástase com 1 cm,esses exercícios devem ser feitos até um ano ou pode passar disso ?e quanto a cinta pode ser usada até quantas horas diárias ?

    Responder
    • Olga Ediélica
      Olga Ediélica says:

      Olá Raysa,

      Os exercícios podem e devem ser feitos sempre. Desde que da maneira correta.

      A cinta deve ser utilizada apenas por períodos de reabilitação. Se usada diarimente e por muito tempo pode enfraquecer seus músculos abdominais e até piorar sua diástase.

      Atenciosamente,

      Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá, Silvia. Cerca de 45 dias pós parto já conseguimos constatar a diastase. Essa avaliação deve ser realizada por um profissional habilitado.

      Responder
  8. MARIANA PIMENTA CRUZ
    MARIANA PIMENTA CRUZ says:

    Oi Camila Rodrigues!Descobri que tenho diástase da musculatura reto abdominal e é cirúrgica.Eu queria saber se realmente preciso fazer a cirurgia e caso não precise fazer se eu posso fazer academia.

    Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá Mariana. Você ja ouviu falar do LOW PRESSURE FITNESS? Antes de partir para a cirurgia seria bom vc testar. em muitos casos ele reverte essa condição.

      Responder
    • Camila Rodrigues
      Camila Rodrigues says:

      Olá. Você ja ouviu falar do LOW PRESSURE FITNESS? Em muitos casos ele reverte essa condição e te deixará tranqüila para realizar qualquer atividade física.

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.